//codigo adicionado a pedido de Popcorn metrics

10 de novembro de 2014

Rosca de passas

Comprei esta semana alguns folhetos e livros de cozinha antigos, sobretudo publicações associadas a marcas de produtos alimentares, na sua maioria publicados após a 2.ª Guerra Mundial. Ainda não tive tempo de ler todos atentamente, mas numa rápida análise, encontrei esta receita.


Num pequeno livro de promoção do fermento Royal, impresso nos Estados Unidos, esta receita encontra-se na categoria dos pães (!) e, pela sua simplicidade de preparação e efeito visual final, suscitou a minha curiosidade. Nas quantidades e forma de preparação tentei ser o mais fiel possível.



Ingredientes:
345 gr. de farinha
70 gr. de açúcar amarelo
16 gr. de fermento
4 gr. de sal
2 dl. de leite
42 gr. de manteiga
1 ovo
150 gr. de passas
57 gr. de nozes partidas

Preparação:
[1.] Peneire-se os ingredientes secos e adicione-lhes as passas.
[2.] Misture-se o leite com a manteiga derretida e o ovo batido
[3.] unindo esta mescla aos demais ingredientes secos até conseguir uma massa suave.
[4.] Amassa-se até ter-se uma grossura de 12 mm, divide-se em duas tiras largas e retorce-se entrelaçadas até formar um anel que se coloca em uma frigideira engraxada,
[5.] e polvilha-se com açúcar e nozes quebradas, deixando assim repousar por 20 minutos.
[6.] Depois coze-se em forno de temperatura media [180.ºC] de 20 a 25 minutos.


3 de novembro de 2014

Broinhas dos Santos


Nesta altura do ano algo indefinida, entre o fim das férias de Verão e o Natal, entre os doces leves e frescos próprios das épocas mais quentes e os doces ricos e pesados do final do ano, sinto-me sempre atraído pelas castanhas e frutos secos e pelos bolos secos, como as broas.
Em Portugal a tradição das broas parece dominar nas zona do Ribatejo e do Alentejo, assente em receitas de tradição local ou familiar. E talvez por isso as receitas disponíveis sejam tão poucas, sobretudo quando comparadas com as receitas de biscoitos e bolachas. Ainda recentemente pedi a receita de umas broas de frutos secos, após ter provado uma oferecida. E a resposta foi a habitual neste tipo de receita, "é feito a olho, não há receita nem medidas".
A receita que trago aqui hoje foi adaptada de um livro que resulta de um encontro entre três amigas e a vontade de preservar e divulgar a tradição gastronómica local. O livro é "Marvão: à mesa com a tradição".



Ingredientes
250 gr. de farinha
125 gr. de farinha de milho
125 gr. de açúcar amarelo
1/2 colher de chá de canela
1/2 colher de chá de erva doce
1/2 colher de chá de noz moscada
1/2 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de mel
1,25 dl. de azeite suave
2 colheres de sopa de vinho generoso
2 ovos

1 gema
50 gr. de amêndoa sem casca inteira

Preparação
1. Aquecer o forno a 180.ºC e preparar dois tabuleiros.
2. Misturar todos os ingredientes numa tigela e amassar até a massa se apresentar ligada.
3. Tender broinhas sobre o comprido e espetar uma amêndoa em cada uma. Pincelar com o ovo  batido.
4. Levar ao forno durante cerca de 15 de minutos.

Rende cerca de 30 broinhas
Demora cerca de 45 minutos